Recicle seus hábitos, separe seu lixo!

Muito se fala sobre os cuidados que devemos ter com o meio ambiente, como diminuir nossas ações prejudiciais e como tentar recuperá-lo. Um dos pilares para o sucesso na recuperação do nosso meio ambiente é a coleta seletiva de lixo.

A reciclagem é o processo mais eficiente e ecologicamente responsável no trato de plástico, vidro, metal, papel e papelão.

O processo é um forte gerador de empregos, movimenta uma economia considerável, combinando responsabilidade social e ecológica. Devido a isto devemos enfatizar a educação e conscientização no ambiente escolar de ações de sustentabilidade usufruindo do nosso ambiente de forma responsável, elevando a real importância da reciclagem, a qual diminui a poluição, preservando para que futuras gerações possam usufruir do ecossistema local.

 

Confira abaixo importantes itens que envolvem a coleta seletiva:

• A coleta seletiva auxilia na reciclagem de diversos tipos de materiais que seriam descartados no aterro sanitário;

• Os materiais são separados por tipos (plástico, papel, vidro, metais, orgânico, etc), sendo, cada resíduo, destinado a um processo independente de reciclagem;

• Sem essa separação e coleta seletiva não é possível reciclar nenhum material que é recolhido pelo serviço de coleta de lixo urbano comum da prefeitura;

• Todo esse processo envolve uma economia, indústrias e colaboradores são beneficiados com geração de lucro e postos de trabalho;

• Os processos de reciclagem, de modo geral, geram novamente uma matéria-prima de qualidade para ser reutilizada e exige menos desperdício de água e energia;

• Com os materiais recicláveis em mãos, o homem não necessita retirar recursos na natureza;

• A coleta seletiva ajuda a aumentar a conscientização da população em relação ao consumo sustentável e a preservação do meio ambiente;

• Com a coleta seletiva todos os resíduos são devidamente descartados e evitam a poluição do solo e lençóis freáticos, além de evitar a poluição das ruas e esgotos que podem causar enchentes e, consequentemente, grandes prejuízos ao cofre público e aos moradores da cidade.